A Empresa

A missão da ADCom Comunicação Empresarial é criar, consolidar, fortalecer e valorizar a imagem e reputação de empresas, instituições e profissionais junto a seu público alvo e à sociedade, por meio de comunicação integrada. Nosso trabalho tem como meta aumentar o encantamento pela marca, tornando o consumidor fã dela e, também, um disseminador de seu nome. Esta paixão possibilita à empresa praticar valores mais justos e lucrativos. Integramos distintas formas de comunicação para geramos maior visibilidade e transformarmos, de forma moderna e antenada, o assessorado em referência no seu segmento para que seu público fique cada vez mais encantado. 

Serviços

  • Relacionamento com a Imprensa

    O Relacionamento com a Imprensa, conhecido como Assessoria de Imprensa, visa dar ênfase ao envio de informações sobre o cliente à mídia impressa, eletrônica e on line para que ele se transforme em fonte em matérias jornalísticas. Esta ação agrega valor, aumenta a reputação e lembrança do nome de forma direta e indireta, atingindo diferentes públicos de interesse, de forma maciça e mais abrangente.
  • Publicações

    Desenvolvimento de publicações digitais ou impressas (jornais, revistas, newsletters, material publicitário, entre outros) com o objetivo de valorizar, institucionalmente, o cliente, atingindo e se relacionando com o público alvo, abrindo o diálogo e levando a ele informações de valor e interesse. 
  • Geração de Conteúdos

    Desenvolvemos todos os tipos de conteúdos para os mais diferentes fins. São eles: matéria jornalística, livro, blog, rede social, redação publicitária, release, newsletter, revista, jornal, sites, portais, entre outros. São textos, fotos, vídeos, podcasts (áudios), com o conteúdo pertinente àquele meio e ao público ao qual se destina. Fazemos geralmente um "cross media", onde um meio complementa o outro de forma atraente e envolvente. Estamos sempre antenados com as novas tendências e como potencializar seu uso com uma comunicação inteligente, criativa e de resultados.
  • Sites e Portais

    O site do cliente deve ter uma apresentação moderna, dinâmica e ser atualizado constantemente para geração de interesse.

    A ideia é abastecermos continuamente com notícias sobre a empresa e meio de atuação, com artigos assinados pelos diretores, com imagens, gráficos, vídeos, entre outros materiais que gerem interesse e levem informação de qualidade para o internauta.

    Atualizamos também conteúdos estáticos existentes e gerenciamos a contratação de profissionais, por exemplo, entre outras ações de relevância para este item da mais alta relevância para qualquer empresa, seja de que porte for.
  • Redes Sociais

    As redes sociais ganham importância crescente com o acesso cada vez maior de pessoas a elas pelas mais distintas formas, sendo as principais celulares e tablets.

    Por isso, devem ser tratadas com a relevância devida, aumentando o engajamento, informando e formando opinião para consolidação da reputação, bem como valorização da imagem.

    Nossa equipe elabora conteúdo (textos, fotos, vídeos, podcasts), seleciona públicos de interesse, impulsiona publicações com o foco tanto na valorização de imagem e reputação como na reversão de leads para o cliente.

    É importante sempre ser elaborado conteúdo condizente com cada rede pois cada uma delas tem a sua peculiaridade.
  • Prevenção e Gerenciamento de Crise de Imagem

    Quanto custa e quanto tempo leva para se construir um nome no mercado?

    O deslize de um funcionário, o descontentamento de cliente, a má explicação de um fato, a deturpação da informação ou até mesmo alguma fatalidade são fatores que podem arruinar a imagem e a reputação de empresas, profissionais, produtos e instituições.

    A ADCom Comunicação Empresarial, por meio de trabalho contínuo junto ao cliente, pode avaliar, prevenir, antecipar soluções e criar ferramentas específicas para situações potenciais de crise.

    E, se ela estiver instalada, resolvê-la da forma mais adequada.

    Uma crise sempre deixa sequelas graves que, se não forem corretamente trabalhadas, podem ser difíceis de reverter.
    Esta situação é, por si só, muito difícil. Porém, é importante que também se atue forte depois da ocorrência para amenizá-la de maneira substancial.
    O ideal é, desde o início desta queda, manter-se aberto ao diálogo e se mostrar acessível aos questionamentos dos públicos interno e externo, com um discurso ético, honesto e com comunicação acessível a todos.
  • Eventos

    Realizamos a cobertura in loco de eventos tanto próprios como que contem com a participação do cliente.

    É promovida divulgação jornalística pré e pós-evento para mailing de interesse e imprensa, bem como em tempo real, ao vivo, no momento que ocorre, para abastecimento das redes sociais.

    Também preparamos o presskit para a sala de imprensa e, além do apoio jornalístico, disponibilizamo-nos a sugerir ideias para maior valorização destas ações.

    Por isto, é importante que nossa equipe participe desde o momento da concepção para que se possa ter mais atrativos tanto para a imprensa como para o público de interesse. 
  • Treinamentos e Palestras

    A ADCom Comunicação Empresarial ministra palestras e treinamentos sobre o funcionamento da mídia brasileira, como lidar com a imprensa, como se portar em uma entrevista e como se comunicar com os variados públicos de interesse por meio de distintas ferramentas.

Notícias

Qual destes é o seu estilo de aprendizagem? É bom saber

Qual destes é o seu estilo de aprendizagem? É bom saber

Em 2020, um terço das competências que hoje consideramos essenciais será substituída por outras. Essa notícia, um pouco assustadora, foi divulgada em um relatório feito pela consultoria global Manpower Group com 18 000 empresas de 43 países e com dados do Fórum Econômico Mundial, cujo objetivo era mapear os grandes desafios das companhias no curto prazo.Para os entrevistados, os avanços tecnológicos tendem a ser cada vez mais rápidos e significativos, mudando todos os dias o perfil das profissões e as demandas de mercado. O resultado dessa tendência é que, para lidar com um cenário tão complexo, algo será essencial: a capacidade de aprender.Essa parece ser uma das únicas certezas num mundo de incertezas. A habilidade é o que vai ajudar os profissionais a assimilar, continuamente, as novas necessidades que surgirão numa velocidade espetacular nos próximos anos.Por isso, ela é considerada uma metacompetência, ou seja, uma aptidão que ajuda em todas as outras que você quer desenvolver.“Para manter a empregabilidade, o profissional precisará ter um olhar holístico em relação às suas capacidades”, diz Márcia Almstrom, diretora de recursos humanos da Manpower Group no Brasil, em São Paulo.A consultoria Manpower Group desenvolveu nove perfis de aprendizagem. Confira-os abaixo:REALIZADORPrático, você geralmente confia em sua própria experiência e bom senso para resolver os problemas. Prefere aprender coisas novas somente quando há um propósito claro. Esse estilo de aprendizagem o torna confiável e com embasamento, mas é importante tentar explorar novos territórios em alguns momentos — você poderá descobrir interesses e talento em áreas ainda desconhecidas.ESTUDIOSOIntelectualmente interessado, busca constantemente adquirir novos conhecimentos, não importa a praticidade. Provavelmente, você se interessa por uma ampla gama de assuntos e é atraído por hobbies culturais. só tome cuidado para não negligenciar suas habilidades práticas ao explorar apenas conteúdos e conceitos que são mais fascinantes para você.PENSADORVocê é orientado a adquirir novas competências, que sejam práticas. Na maior parte do tempo, norteia seu aprendizado para temas e assuntos específicos, embora alguns assuntos favoritos possam ser considerados, independentemente de sua utilidade. Explore ao máximo as áreas de maior interesse e considere a hipótese de expandi-las para ampliar ainda mais seus horizontes.ORIGINALTem propensão a questionar o padrão estabelecido, com uma postura determinada e original. interessa-se por novas tendências, mas somente se puder desenvolvê-las e melhorá-las. Seu estilo de aprendizagem tem chance de torná-lo um pioneiro, mas considere a importância da contribuição coletiva e do trabalho em equipe como fonte de novos conhecimentos.INOVADORDiante de novas ideias e tendências, você costuma observar primeiro como os outros estão lidando com aquele novo contexto antes de adotar a novidade. Isso faz com que você só a considere viável quando a eficácia é validada. Esse estilo explora as mudanças e as tendências, mas de forma cautelosa. para ter mais agilidade, procure adotar uma postura proativa.TRADICIONALUsualmente, você segue os padrões correntes, valoriza a interação com o grupo, considera irrelevantes novas tendências e prefere uma abordagem direta e prática ao trabalhar com outras pessoas. Isso favorece o trabalho em equipe, mas não tenha receio em ousar de vez em quando — arriscar pode diferenciá-lo dos demais e ajudá-lo a se destacar.AUDACIOSOadora novas experiências e conhecer pessoas. Seu perfil adapta-se a situações incomuns e entedia-se rapidamente com coisas previsíveis. Para você, planos são limitantes — você prefere arregaçar as mangas e descobrir na prática como as coisas funcionam. Procure avaliar o cenário antes de agir, identificando no grupo perfis mais cautelosos do que o seu.EXPLORADORConhecer pessoas e experimentar coisas novas fazem parte de seu perfil — mas não o tempo todo. Embora você fique entediado com a rotina, um local de trabalho desestruturado pode deixá-lo frustrado. Diante de novas experiências seu otimismo é moderado, e esse equilíbrio lhe é favorável. Seu desafio é não se acomodar ao conhecido e rotineiro e ampliar as oportunidades de aprendizagem.PLANEJADORVocê se sente mais à vontade com seus conhecidos, com ambientes familiares e gosta de planejar tudo com antecedência. “Em time que está ganhando não se mexe” resume seu modo de viver. É uma estratégia sólida, embora possa limitar suas oportunidades. Abra sua mente ao inesperado para ampliar as oportunidades de aprendizagem.(Fonte: Exame)  Saiba Mais

Feed de Exploração: saiba como usar o novo recurso do Facebook

Feed de Exploração: saiba como usar o novo recurso do Facebook

O Facebook lançou um novo recurso para seus 2 bilhões de usuários. Chamado "Feed de exploração", a funcionalidade foi criada pela rede social para ajudar os usuários a descobrirem outros tipos de conteúdo no Facebook, indo além do que aparece na linha do tempo principal – que mostra publicações de amigos e páginas que o usuário já segue. Por enquanto, a função está disponível apenas para dispositivos móveis, mas deve chegar em breve à rede social também em sua versão para computadores.O recurso pode ser acessado no menu do Facebook nos smartphones– é o ícone dos "três risquinhos". No iOS, o ícone está no canto inferior direito; no Android, no canto superior direito. "Publicações mais relevantes para você, de todo o Facebook", diz a descrição do Feed de Exploração.Com o novo recurso, o usuário pode encontrar reportagens, vídeos e fotos que estão em alta na rede social. Cada usuário terá uma ordem diferente e posts específicos no Feed de Exploração, uma vez que a linha do tempo é construída a partir de um algoritmo que já mede o tipo de conteúdo preferido daquele usuário, e também a de seus amigos.Um vídeo popular entre os amigos do usuário, por exemplo, tem boas chances de aparecer no Feed de Exploração, assim como a página de um determinado serviço semelhante àqueles que o usuário já curte. O Facebook afirma que o Feed de Exploração ainda está em fase de testes – foi o que disse um porta-voz da empresa ao site de tecnologia norte-americano TechCrunch. "Ouvimos dos usuários que eles querem um jeito simples de explorar conteúdo com o qual ainda não estão conectados", disse o porta-voz. Segundo o TechCrunch, a seção deve ganhar mais funcionalidades em breve.(Fonte: Link Estadão) Saiba Mais

10 erros de português que acabam com a sua credibilidade

10 erros de português que acabam com a sua credibilidade

A forma como escrevemos tem um impacto fundamental na nossa credibilidade.Receber um email ou um orçamento com erros leva-nos a questionar, mesmo que inconscientemente, a competência de quem está do outro lado. No caso das empresas, quando há erros no site ou nos posts partilhados nas redes sociais, é a credibilidade da empresa que está em causa.Na minha rotina de trabalho a ler e escrever há erros que vejo quase todos os dias. Listei-os para que não o apanhem a si também. Tome nota.1. Há / àA confusão entre o há com “h”, presente do verbo haver, e o à, sem “h”, que é a contração da preposição “a” com o artigo definido no feminino singular “a”, atrapalha muita gente. Uma dica que pode ajudar: se for possível substituir a expressão pelo verbo”existir” (sinónimo de haver) ou a frase implicar tempo, devemos usar “há”.Exemplos: Há várias opções de cor. A empresa funciona há dez anos.2. Ir de encontro / ir ao encontro deVejo muitas vezes este erro em propostas para clientes e emails que se pretendem mais formais, momentos em que não convém mesmo escrever com erros. Mas qual é o problema? Quando escrevemos “ir de encontro” para indicar que estamos em sintonia com a outra parte, estamos na verdade a dizer o contrário. A expressão correta a usar é “ir ao encontro de”.Exemplo: Esperamos que esta proposta vá de encontro aos seus objetivos (estamos a dizer: seja oposta). Esperamos que esta proposta vá ao encontro dos seus objetivos (forma correta).3. Há dois anos atrás / Na minha opinião pessoalEstas redundâncias não são propriamente erros, mas a bem da simplicidade não há necessidade deste reforço. Basta escrever “Há dois anos” ou “Na minha opinião”. Afinal, todas as opiniões são pessoais. As frases ficam mais simples, mais curtas e são entendidas mais facilmente.4. “Ciclo” viciosoEsta é mais uma daquelas expressões que se usa em relatórios e documentos quando se quer impressionar. O problema é que a expressão “ciclo vicioso” está errada. A forma correta é “círculo vicioso”.5. Tivesse / estivesseA confusão entre o “tivesse” e “estivesse” está no chat do Facebook quando falamos com os nossos amigos, mas infelizmente está também nos posts que muitas marcas fazem na mesma rede. As duas formas estão corretas, mas enquanto “tivesse” deriva do verbo ter, “estivesse” é uma conjugação do verbo estar.Exemplo: Se eu tivesse mais tempo e estivesse em Lisboa gostaria de sair convosco.6. “Gratuítamente” /gratuitamenteOs advérbios de modo terminados em “mente” não levam acento. E não há exceções. Portanto, obrigatoriamente, gratuitamente, rapidamente, acentuadamente, facilmente, felizmente, etc. nunca são acentuados. Fácil.7. ás / àsÉ comum sermos informados que o melhor horário para a reunião é das 14h “ás” 15h00 ou vermos num site de um restaurante que está aberto das 19h00 “ás” 23h00. “Ás” com acento agudo está relacionado com o universo do jogo (ás de espadas, p. ex.) ou pode ser usado para designar alguém que é muito bom em determinada atividade. Quando nos referimos a espaço ou tempo o acento deve ser grave (às).Exemplo: Temos reunião das 14h00 às 15h00. Portanto, em horários o acento é sempre grave.8. “Contatos” / ContactosQuando visito um site português que tem o item de menu de contactos sem “c” fico logo nervosa. Em Portugal, apesar do acordo ortográfico, contactos mantém o “c”, dado que pronunciamos essa consoante.9. “Fãn”Este erro tornou-se muito comum com as redes sociais. As páginas têm fãs e eu posso ser fã de alguém ou de alguma coisa. As palavras fãn e fãns não existem. “Fan” e “fans” (sem acento) são palavras em inglês.10. Fala-se / FalasseMais um erro que povoa os chats nas redes sociais, mas infelizmente salta para sites, emails e posts de marcas. Fala-se é uma forma do presente do indicativo e refere-se a uma ação real. Falasse é uma forma do imperfeito do conjuntivo e designa uma ação provável.(Fonte: Observatório da língua Portuguesa) Saiba Mais

Clientes

Contato