Erro na Linha: #25 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

ADCom -

Erro na Linha: #26 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

Erro na Linha: #28 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

Erro na Linha: #29 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

Erro na Linha: #30 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

Erro na Linha: #31 :: Undefined offset: 0
/home/storage/4/95/c9/adcompress/public_html/index.php

A Empresa

A missão da ADCom Comunicação Empresarial é criar, consolidar, fortalecer e valorizar a imagem e reputação de empresas, instituições e profissionais junto a seu público alvo e à sociedade, por meio de comunicação integrada. Nosso trabalho tem como meta aumentar o encantamento pela marca, tornando o consumidor fã dela e, também, um disseminador de seu nome. Esta paixão possibilita à empresa praticar valores mais justos e lucrativos. Integramos distintas formas de comunicação para geramos maior visibilidade e transformarmos, de forma moderna e antenada, o assessorado em referência no seu segmento para que seu público fique cada vez mais encantado. 

Serviços

  • Relacionamento com a Imprensa

    O Relacionamento com a Imprensa, conhecido como Assessoria de Imprensa, visa dar ênfase ao envio de informações sobre o cliente à mídia impressa, eletrônica e on line para que ele se transforme em fonte em matérias jornalísticas. Esta ação agrega valor, aumenta a reputação e lembrança do nome de forma direta e indireta, atingindo diferentes públicos de interesse, de forma maciça e mais abrangente.
  • Publicações

    Desenvolvimento de publicações digitais ou impressas (jornais, revistas, newsletters, material publicitário, entre outros) com o objetivo de valorizar, institucionalmente, o cliente, atingindo e se relacionando com o público alvo, abrindo o diálogo e levando a ele informações de valor e interesse. 
  • Geração de Conteúdos

    Desenvolvemos todos os tipos de conteúdos para os mais diferentes fins. São eles: matéria jornalística, livro, blog, rede social, redação publicitária, release, newsletter, revista, jornal, sites, portais, entre outros. São textos, fotos, vídeos, podcasts (áudios), com o conteúdo pertinente àquele meio e ao público ao qual se destina. Fazemos geralmente um "cross media", onde um meio complementa o outro de forma atraente e envolvente. Estamos sempre antenados com as novas tendências e como potencializar seu uso com uma comunicação inteligente, criativa e de resultados.
  • Sites e Portais

    O site do cliente deve ter uma apresentação moderna, dinâmica e ser atualizado constantemente para geração de interesse.

    A ideia é abastecermos continuamente com notícias sobre a empresa e meio de atuação, com artigos assinados pelos diretores, com imagens, gráficos, vídeos, entre outros materiais que gerem interesse e levem informação de qualidade para o internauta.

    Atualizamos também conteúdos estáticos existentes e gerenciamos a contratação de profissionais, por exemplo, entre outras ações de relevância para este item da mais alta relevância para qualquer empresa, seja de que porte for.
  • Redes Sociais

    As redes sociais ganham importância crescente com o acesso cada vez maior de pessoas a elas pelas mais distintas formas, sendo as principais celulares e tablets.

    Por isso, devem ser tratadas com a relevância devida, aumentando o engajamento, informando e formando opinião para consolidação da reputação, bem como valorização da imagem.

    Nossa equipe elabora conteúdo (textos, fotos, vídeos, podcasts), seleciona públicos de interesse, impulsiona publicações com o foco tanto na valorização de imagem e reputação como na reversão de leads para o cliente.

    É importante sempre ser elaborado conteúdo condizente com cada rede pois cada uma delas tem a sua peculiaridade.
  • Prevenção e Gerenciamento de Crise de Imagem

    Quanto custa e quanto tempo leva para se construir um nome no mercado?

    O deslize de um funcionário, o descontentamento de cliente, a má explicação de um fato, a deturpação da informação ou até mesmo alguma fatalidade são fatores que podem arruinar a imagem e a reputação de empresas, profissionais, produtos e instituições.

    A ADCom Comunicação Empresarial, por meio de trabalho contínuo junto ao cliente, pode avaliar, prevenir, antecipar soluções e criar ferramentas específicas para situações potenciais de crise.

    E, se ela estiver instalada, resolvê-la da forma mais adequada.

    Uma crise sempre deixa sequelas graves que, se não forem corretamente trabalhadas, podem ser difíceis de reverter.
    Esta situação é, por si só, muito difícil. Porém, é importante que também se atue forte depois da ocorrência para amenizá-la de maneira substancial.
    O ideal é, desde o início desta queda, manter-se aberto ao diálogo e se mostrar acessível aos questionamentos dos públicos interno e externo, com um discurso ético, honesto e com comunicação acessível a todos.
  • Eventos

    Realizamos a cobertura in loco de eventos tanto próprios como que contem com a participação do cliente.

    É promovida divulgação jornalística pré e pós-evento para mailing de interesse e imprensa, bem como em tempo real, ao vivo, no momento que ocorre, para abastecimento das redes sociais.

    Também preparamos o presskit para a sala de imprensa e, além do apoio jornalístico, disponibilizamo-nos a sugerir ideias para maior valorização destas ações.

    Por isto, é importante que nossa equipe participe desde o momento da concepção para que se possa ter mais atrativos tanto para a imprensa como para o público de interesse. 
  • Treinamentos e Palestras

    A ADCom Comunicação Empresarial ministra palestras e treinamentos sobre o funcionamento da mídia brasileira, como lidar com a imprensa, como se portar em uma entrevista e como se comunicar com os variados públicos de interesse por meio de distintas ferramentas.

Notícias

Trinta dicas “infalíveis” para escrever bem

Trinta dicas “infalíveis” para escrever bem

As barbaridades que circulam na internet sobre o mau uso do idioma1. Deve-se evitar ao máx. a utiliz. de abrev. etc.2. É desnecessário empregar estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.3. Anule aliterações altamente abusivas.4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou?? …então valeu!9. "Porra", palavras de baixo calão podem transformar seu texto numa "merda".10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.11. Evite repetir a mesma palavra, pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto em que a palavra se encontra repetida.12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: "Quem cita os outros não tem idéias próprias".13. Frases incompletas podem causar14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou, por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.15. Seja mais ou menos específico.16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!17. A voz passiva deve ser evitada.18. Utilize a pontuação corretamente especialmente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação19. Quem precisa de perguntas retóricas?20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O texto fica horrível!!!!!25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão das idéias nelas contidas e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, dessa forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.27. Seja incisivo e coerente; ou não…28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando dessa maneira irritante.29. Outra barbaridade que tu deves evitar chê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras… nada de mandar esse trem… vixi… entendeu, bichinho?30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá aguentar, já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.(Fonte: Guia do Estudante)  Saiba Mais

5 Dicas para uma comunicação eficaz no trabalho

5 Dicas para uma comunicação eficaz no trabalho

Uma Comunicação Eficaz tem o poder de influenciar, conquistar e desenvolver competências. É a chave que proporcionou ao homem desde o início dos tempos todo conhecimento e através de sua evolução é que vivemos hoje todo progresso econômico social de nossa sociedade.Comunicação eficaz no contexto empresarial acontece quando existe uma perfeita troca de informações, utilizando-se para isso, um conjunto de procedimentos e técnicas, estabelecendo um canal de interação para o alcance dos objetivos tanto entre os clientes internos quanto os clientes externos da organização.Componentes que formam a comunicaçãoEmissor: quem envia a mensagem.Receptor: aquele que recebe a mensagem.Linguagem: são códigos utilizados para a transmissão das informações.Mensagem: o conjunto de informações repassadas, utilizando-se de um canal transmissor seja através da fala, telefone, e-mail, rede sociais, rádio, televisão, jornais, etc.Sabemos que no dia a dia de trabalho utilizamos várias outros tipos de comunicação, como por exemplo, expressões corporais, por meio de gestos, olhares, sorrisos, respiração, que denominados de linguagem não verbal.Atualmente a comunicação empresarial configura um elemento tão importante, que faz parte da estratégia empresarial.5 dicas para uma comunicação eficaz1 – Boa Dicção: o uso correto das palavras e sua pronuncia, faz com que o conteúdo da mensagem seja bem entendido pelo receptor.2 – Saber evidenciar conhecimentos: é a projeção de uma personalidade forte e segura, com capacidade de convencer e vender suas ideias.3 – Ser bom ouvinte: para constituir uma comunicação eficaz, precisa haver perfeita troca de informações, por isso, saber ouvir é tão importante quanto saber falar.4 – Cooperação: se o canal transmissor das informações for bem utilizado e seus receptores tiverem completo entendimento da mensagem, consequentemente, acaba surgindo um espírito de ajuda, ou seja, acabam comprando a ideia.5 –  Geração de bons relacionamentos: se o conteúdo de uma mensagem, for bem transmitido, certamente vai gerar menos conflitos pessoais, cultivando bons relacionamentos no dia a dia de trabalho.(Fonte: Atitude e Negócios)  Saiba Mais

Qual o erro de português em: “bastam de tantos celulares”?

Qual o erro de português em: “bastam de tantos celulares”?

Em um conhecido restaurante, deparei-me com a seguinte placa:“Bastam de tantos celulares! Vamos comer, conversar e embebedar nossa poesia!” O verbo bastar, na condição de qualquer outro verbo pessoal, exige sim a concordância com o sujeito:“Como se não bastassem tantos telefones celulares, eles nem mesmo degustam a boa comida.” No dia a dia, são frequentes os desvios de concordância quando “bastar” está anteposto ao sujeito. Vejamos abaixo:“Basta dois dias de folga para que eu descanse.”“Bastava novos investimentos na empresa.”As expressões plurais “dois dias de folga” e “novos investimentos” são sujeitos plurais. Logo, a exigência do verbo no plural:  BASTAM e BASTAVAM.Apesar disso, a expressão “bastar de” (com a ideia de ser suficiente) é impessoal. Tem o valor de “chegar de”, e o verbo no singular é o adequado à norma gramatical. A fim de maior compreensão, não há um sujeito a ser referido, sendo o famoso caso de sujeito inexistente:“Chega de histórias! Basta de tantas promessas!”  Ademais, vale notar que “de histórias” e “de promessas” completam o verbo; não funcionam como sujeito. Fato também é que sujeito corresponde a uma função sintática desprovida de preposição (a não ser em casos raríssimos). Há uma última regra com  “bastar”: quando houver a concordância com o sujeito oracional, o verbo deve ficar no singular. Vejamos os exemplos abaixo:“Basta (eles) saberem os princípios constitucionais.”“Basta que eles saibam os princípios constitucionais.”Retornando à frase do restaurante: “Basta de tantos celulares! Vamos comer, conversar e embebedar nossa poesia!”(Fonte: Exame) Saiba Mais

Clientes

Contato